sexta-feira, 26 de julho de 2013

Planilhas para Departamento Infantil

Olá Professores,
neste post estou colocando algumas planilhas para melhor organização na Escola Bíblica, como:

-Lista de Chamada (por Bimestre)
-Relatório de Registro Mensal
-Planilha de Matricula p/ Aluno
-Planilha de Matricula p/ Professores e Funcionários

*Se alguém quiser mais planilhas, escreva um comentário falando qual planilha você quer ou mande um e-mail para ebiinfantil@hotmail.com.br

  Espero que gostem! Fiquem com Deus!







sábado, 29 de junho de 2013

Calendário - Datas importantes para auxiliar as comemorações de sua igreja

JANEIRO
01 - Dia de ano novo / Dia da confraternização Universal / Dia Mundial da saúde
06 - Dia da gratidão
07 - Dia da liberdade dos cultos/ Dia do leitor
14 - Dia dos Enfermos
15 - Dia mundial do compositor
21 - Dia Mundial da Religião
24 - Dia da Previdência Social / Dia do aposentado
30 - Dia da saudade

FEVEREIRO
27 - Dia dos Velhinhos
28 - Dia do Agricultor

MARÇO
08 - Dia Internacional da Mulher
12 - Dia do Bibliotecário
14 - Dia Nacional da Poesia / Dia do Vendedor de livros
15 - Dia da Escola
19 - Dia do Carpinteiro / Dia do Marceneiro
21 - Dia Internacional para a eliminação da Discriminação Racial / Início do Outono
25 - Aniversário da Casa Publicadora das Assembléias de Deus - CPAD
27 - Dia do Teatro

OBS: A PÁSCOA – DEPENDE DO MÊS QUE É COMEMORADO AS VEZES CAI EM MARÇO OUTRAS VEZES EM ABRIL

ABRIL
02 - Dia Internacional do livro Infantil e Juvenil
13 - Dia dos Jovens
18 - Dia Nacional do Livro Infantil
19 - Dia do Índio
21 - Dia de Tiradentes / Dia da Latinidade / Dia dos Policiais Civis e Militares
22 - Descobrimento do Brasil /
24 - Dia Internacional do Jovem Trabalhador
28 - Dia da Sogra / Dia da Educação
30 - Dia Nacional da Mulher

MAIO
2º Domingo - Dia das Mães
01 - Dia do Trabalho
13 - Dia da Libertação dos Escravos

JUNHO
2º Domingo - Dia do Pastor
05 - Dia do Meio Ambiente / Dia da Ecologia
12 - Dia dos Namorados
18 - Aniversário das Assembléias de Deus no Brasil / Semana Nacional de Oração

JULHO
20 - Dia Internacional do Amigo / Dia da Amizade
25 - Dia do Escritor

AGOSTO
2º Domingo - Dia dos Pais

SETEMBRO
2º Domingo - Dia de Missões
3º Domingo - Dia da Escola Dominical
01 a 07 - Semana da Pátria
07 - Proclamação da Independência do Brasil (1822) / Dia da Pátria
08 - Dia Internacional da Alfabetização
30 - Dia da Secretária

OUTUBRO
07 - Dia do Compositor / Dia dos Idosos
11 - Dia do Deficiente Físico
12 - Dia das Crianças
13 - Dia do Escritor
15 - Dia do Professor
29 - Dia Nacional do Livro
31 - Dia da Reforma Protestante

NOVEMBRO
02 - Dia de Finados
22 - Dia do Músico
25 - Dia Universal do Doador de Sangue

DEZEMBRO
2º Domingo - Dia da Bíblia (evangélica)
25 - Dia de Natal
31 - Fim de Ano

Lider de crianças e juniores

Orientações Gerais para o Líder de Crianças e Juniores

1. Criança: Um ser inteligente.
2. Observe e atenda as necessidades básicas da criança:
Físicas - Desenvolver seu físico e seus sentidos natos (visão, audição, olfato, paladar e tato). Espirituais - Alimentar através da Palavra, Oração e prática da vida cristã. Intelectuais. Sociais. Emocionais.
3. Use de várias recursos didáticos para desenvolver e atender as necessidades das crianças: Criatividade, disposição.
4. Características das crianças: Agitadas e irregulares Curiosas Imaginativas Afetivas Sugestionáveis e crédulas Vivem no presente em desenvolvimento Instáveis Receptivas Detalhistas Espontânea Egocêntricas.
5. Seis necessidades gerais, segundo Robert Joseph Chour Jr. Uma criança precisa de AMOR Uma criança precisa SENTIR-SE SEGURA Uma criança precisa SENTIR-SE ACEITA Uma criança precisa de DISCIPLINA Uma criança precisa de INDEPENDÊNCIA Uma criança precisa de RECONHECIMENTO DO SEU VALOR
6. Crianças aprendem de maneiras diferentes: Criança visual - ver e escrever Criança auditiva - ouvir e falar Criança tátil - tocar e manipular Criança sinestésica - movimento e participação
7. Sugestões - Dependa completamente do Senhor: Prepare-se bem Lembre-se do contato visual Use e abuse de expressões faciais Uso da voz Faça gestos Coloque-se no lugar do personagem Seja bastante criativo e ousado Motive as crianças Observe a linguagem Utilize várias versões Bíblicas.
8. Utilize e pesquise em outras traduções Bíblicas:
RA - "Comê-lo-eis em todo lugar, vós e a vossa casa, porque é vossa recompensa pelo vosso serviço na tenda da congregação". NVI - "Vocês e as suas famílias poderão comer em qualquer lugar o que sobrar, pois é o pagamento que vocês recebem". NTLH - "Vocês e suas famílias poderão comer dessa porção em qualquer lugar, pois é o salário pelo trabalho de vocês na tenta do encontro".
9. Merecem toda a atenção: 58% da população têm menos de 15 anos 3,5 bilhões da população mundial são formados por crianças
10. O que tem influenciado as crianças: TV Internet Celulares Vídeo games Colegas Vida urbana ou rural Mídia Professores Pais, avós e parentes Revistas e revistinhas Livros Times de futebol e torcidas organizadas Gangs Ídolos
11. Medite:Rm 12.7 - "Se ministério, dediquemo-nos ao ministério, ou o que ensina esmere-se no fazê-lo".Ec 9.10 - "Tudo quanto te vier para fazer, faze-o conforme as tuas forças",Cl 3.23 - "Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo coração, como para o Senhor e mão para homens".

Disciplina na classe
Mantendo a Disciplina na Classe
O que significa Disciplina? É um treinamento que ajuda as crianças a obedecerem regras, desenvolvendo assim o seu autocontrole. Ela as prepara para serem aprendizes ou discípulos. O termo hebraico para disciplina ou treinamento usado com freqüência em Provérbios significa “estreitar ou cercar”. Disciplina é ensinar às crianças os limites do comportamento adequado e a prática dos mandamentos de Deus em sua vida. Mediante a disciplina, ajudamos meninos e meninas a aprenderem a sentar-se em silêncio e ouvirem atentamente; a sentirem e mostrarem respeito pelos pais e professores, e por Deus e a sua Palavra; a ficarem em fila a caminho do recreio e a esperarem a sua vez de tomar o lanche; a participarem harmoniosamente com outros nas músicas, artes e jogos. A disciplina ajuda as crianças a respeitarem outros e a apreciarem a ordem. Ela forma a mentalidade e o caráter, de modo que possam vir a tornar-se membros cooperativos e construtivos da sociedade; assim como seguidores dedicados e perseverantes de Cristo.
Deus, nosso Disciplinador Amoroso. Nosso exemplo de disciplina é o próprio Deus. Apesar de nos ver como somos, com todo o nosso pecado, Deus escolheu amar-nos. Ele não esperou até que atingíssemos aos seus padrões, mas tomou a iniciativa, tomando providencias para a nossa salvação (Romanos 5.8). Ele continua a amar-nos, com firmeza e imparcialidade, sem levar em conta a nossa condição. Ainda antes de sermos salvos, Ele nos atrai para si, mesmo. Uma vez que recebemos Jesus como Salvador, Deus começa a tratar conosco como um Pai amoroso, treinando – discipulando – para nos ajudar crescer, sempre com o nosso bem-estar em mente (Hebreus 12.7-11).
Suprindo as Necessidades com o Amor de Deus – A Base da Disciplina. Quando respondemos à disciplina de Deus, permitindo que supra as nossas necessidades, nos libertamos para satisfazer as necessidades de outros. Podemos prover melhor disciplina para outros quando estamos seguros no amor de Deus e buscando o controle de seu Espírito. Podemos então disciplinar a nós mesmos, a fim de preparar bem nossa lições e prover um ambiente ordeiro e estimulante para os outros. Um ambiente em que suas necessidades básicas, tais como aceitação, aprovação, segurança e sentimento de realização sejam satisfeitas. Peça a Deus para ajudar você a apreciar cada criança como ela é, não importa quão difícil ou indigna de amor. Mostre a cada uma a sua aceitação e aprovação de maneira observável. Trate cada criança com dignidade e bondade, como se dizendo: “Você é especial; gosto de Você”. Mostre a sua apreciação com um sorriso, algumas palavras amáveis, um carinho no ombro. Seja sempre cordial e positivo. Seja agradável, mas não permissivo. Você supre a necessidade de segurança e estabilidade do aluno provendo estatura, espere então obediência. Ajude as crianças a compreenderem que ao estabelecer e reforçar as regras, você está mostrando respeito por elas como pessoas. Ao obedecer as regras, as crianças estão mostrando respeito por si mesmas, umas pelas outras, por você e por Deus. Ore também pedindo sabedoria para satisfazer as necessidades de auto-estima dos alunos. Que atividades podem dar a eles oportunidades de participarem com sucesso? Inclua perguntas, jogos, artes, etc., que os faça sentir, “Eu posso fazer isso!” A seguir, reforce o sucesso aplaudindo livre, mas sinceramente, um trabalho bem feito – ou até uma tarefa que tenha sido tentada com entusiasmo.
Como lidar com os Problemas de Disciplina. Nunca permita que uma criança domine a classe. Se ela recusar-se absolutamente a colaborar, lide individualmente com a mesma. Permaneça calmo. Fale bondosamente. Mas, seja firme. Peça à criança que lhe diga o que fez e não porque fez. (Ela geralmente não saberá dizer-lhe o porquê). Se recusar responder, diga o que você viu. Deixe então que explique, se puder, porque tal comportamento não é a aceitável. Mostre a ela o comportamento que espera agora e no futuro.A criança precisa às vezes sofrer as conseqüências de um ato. Por exemplo, se Célia derruba deliberadamente cola na mesa, pode ser bom para ela limpar a mesa. Em casos extremos você pode ter de tirar uma criança da classe. Peça sabedoria a Deus para equilibrar as necessidades da criança problemática com os melhores interesses das outras crianças em sua sala.
Princípios Práticos para Disciplinar a sua Classe como Deus quer..Descubra os seus alunos. As palavras em Provérbios 22.6 “No caminho em que deve andar”, significam literalmente, “Segundo o seu caminho” ou a sua “inclinação” – suas opiniões e talentos dados por Deus. Embora você deva conhecer as características básicas da faixa etária que ensina (veja estudo anterior “Características das Crianças”, deve também ver cada criança com um individuo único).
Interceda por elas (1 Jo 5.14-15). Ore a favor de cada criança pelo nome. Peça ao Espírito Santo que opere na vida das crianças, atraindo-as para si mesmo, primeiro para a salvação e depois para a maturidade em Cristo.
Estabeleça padrões positivos (Filipenses 3.12-14). Faça regras simples e em pequeno número, sempre baseadas em princípios bíblicos. Dê instruções cuidadosas. Deixe que os alunos saibam que a desobediência terá conseqüências. Seja cuidadoso com o castigo pelas infrações. Lembre-se, um professor deve sempre cumprir a sua palavra. Quando você cometer um erro, esteja disposto a admiti-lo.
Controle o ambiente de aprendizado (1 Coríntios 14.40) . Verifique se a sala de aula é atraente: decoração alegre, temperamento confortável, mobília arranjada de acordo com as atividades. Considere os arranjos das cadeiras em relação a prováveis problemas de disciplina. Fique atento as possibilidade de mudança de condições e faça os ajustes necessários.
Examine a sua própria vida quanto à disciplina (Salmo 139.1,23-24). Você está crescendo como cristão? Está aperfeiçoando as suas habilidades de ensino para que possa manter disciplina com confiança? Você é um bom modelo?
Planeje o seu tempo e lições cuidadosamente (2 Timóteo 2.15). Considere a seguinte equação: “Oração + preparo adequado + apresentação apropriada = o aluno – um problema de disciplina”. Fortalece o seu ensino com oração e estudo. Chegue cedo e verifique se todo o equipamento, recursos visuais e materiais a serem distribuídos estão prontos. Não permita que as aulas, sejam monótonas; planeje diversão e inclua surpresas ocasionais.
Ame as crianças e ouça o que elas dizem (João 13.1b). Olhe por baixo da superfície e aceite cada criança como é. Estabeleça o tom cumprimentando cada criança cordialmente. Ouça o que elas dizem e como dizem; à medida que aprender como a criança se sente, poderá descobrir a razão para seus atos. Nunca envergonhe uma criança. Sempre que possível, responda positivamente aos comentários das crianças, usando até os irrelevantes de maneira criativa para voltar à lição. Ofereça palavras de encorajamento a cada criança.
Envolva cada aluno (Tiago 1.22). Planeje atividades que exijam participação. Seja sensível às personalidades e capacidades individuais. Nunca exponha a criança ao ridículo. Peça sabedoria a Deus para lidar com algumas que constantemente querem se exibir e com outros que se recusam a colaborar.
Nunca perca o autocontrole. Você não vai controle sobre a classe se perder a calma (Provérbios 14.17-29/ 15.1-18/ 16.32). Não permita que as surpresas o empolguem demais. Seja calmo, porém entusiasta – controlado pelo Espírito. O entusiasmo é contagioso e da vida a uma aula.
Evangelize e eduque (Mateus 18.14/28.20; Provérbios 22.6). Leve as crianças ao Senhor. Depois ensine a elas a Palavra para que seu
caráter se aperfeiçoe.

Culto Infantil

I. O Que é?
É um programa de treinamento para alcançar as crianças no seu nível com o Evangelho.


II. Qual é o Propósito?
A. Para alcançar as crianças.
– Nível de entendimento.
– Oportunidade de participar na adoração.

B. Para ensinar as crianças.
– A crer e obedecer a Palavra de Deus.
– A respeitar a Casa de Deus.
– A adorar.

C. Para ganhar as crianças.
– Para Cristo.
– Para a Igreja.
– Para o serviço.

O cultinho não é para aliviar o problema de falta de espaço no auditório da Igreja, nem para “enrolar” as crianças durante a pregação.
Este tempo não é para ser gasto. É para ser aproveitado!!

III. Quando Realizar
A. Fica a critério da Igreja. O comum é cada vez que se tem uma mensagem “longa” no templo.
B. As crianças podem fazer parte da abertura (louvor) e saírem só na hora da pregação.


IV. Idade dos Participantes

Vários tipos de divisões:
– de berçário à maternal;
– até principiantes;
– até 6 ou 7 anos;
– até 10 anos (cultão).

Na Igreja, trabalhamos atualmente com quatro divisões:

– berçário
– maternal (2,3 anos)
– até 6 anos (não sabem ler) no “cultinho”
– de 7 a 10 anos no “cultão”.

Isto tem ajudado em muito com:

* a assimilação por parte deles;
* divisão das histórias adequadas;
* professores apropriados;
* mais disciplina e atividades compatíveis com cada idade.

V. O Que Fazer no Cultinho

Tem que distribuir o tempo com:
* cânticos
* oração
* história (apelo)
* memorização de versículo
* trabalho manual
* brincadeira
* banheiro
* lanche: pode ter sempre para maternal e ocasionalmente para cultinho * cultão.

Obs.: Não tem que fazer todas as coisas no mesmo dia.

“A ordem dos fatores não altera o produto” (depende do ânimo dos alunos, da complexidade do trabalho manual ou até do método escolhido para apresentação da história).


VI. Tipos de Histórias para o Cultinho
Podem ser seriadas ou avulsas:
A. Bíblicas
B. Não Bíblicas
C. Missionárias

VII. Escala de Professores
A. Maternal – não variar muito – dois a cada mês ou bimestre.
B. Cultinho – rodízio de dois – um conta a história, o outro ajuda (disciplina, banheiro, lanche, etc).
C. Cultão – um professor capaz.


VIII. Sugestões

– Trabalhos manuais variados:
§ Desenhos relacionados com a história para pintar.
§ Coquetel bíblico (caça-palavras, palavras cruzadas, labirinto, etc).
§ Confeccionar cartões para datas como: Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Natal, etc).
§ Colagens, montagens, etc. (porta-treco, porta-retrato, etc).
– Dramatização da história.
– Projetos missionários / outras campanhas.

Brincadeiras Bíblicas e não Bíblicas:

a) “Batata Quente” – para falar partes do corpo, versículos, etc.
b) Jogo do Dado – (nomes bíblicos, CEP [Cidade, Estado, País], versículos, etc).
c) Espada ao ar – fala um versículo e o primeiro a achar ganha.
d) “Forca” – (com nomes bíblicos).
e) Perguntas Bíblicas – (Competição meninos versus meninas ou grupos).


Gincanas e Brincadeiras


LIÇÃO 1 – A CRIAÇÃO – INTRODUÇÃO

Leitura Bíblia inicial: Gênesis 1.1-5, 26 e 27

Gênesis significa “começo”. Começo do universo, da vida, do homem, do pecado.

Nota: Deus não teve começo, ele sempre existiu e sempre existirá.

Qual a importância para nós sabermos que Deus criou todas as coisas?

1)      Sabemos que somos plano dEle, não somos frutos do acaso (“evolução”).
2)      Ele fez tudo para a Sua glória (Sl 19.1, Ef 1.6)

Deus é o Criador. Do nada, Ele fez tudo o que existe. Vamos verificar algumas de suas obras (deixar os alunos responderem)

Gênesis 1.3 - …………………...........................................................................................
Gênesis 1.7 - …………………...........................................................................................
Gênesis 1.9-10 - …………………......................................................................................
Gênesis 1.11: - ………………............................................................................................
Gênesis 1.14 - ………………….........................................................................................
Gênesis 1.20 - ………………….........................................................................................
Gênesis 1.25 - ………………….........................................................................................
Gênesis 1.26 - ………………….........................................................................................

Destas coisas, qual você entende mais maravilhoso? Por quê?

No sexto dia, quando concluiu a sua obra, ele constatou que tudo era “muito bom”. Havia harmonia e paz – e Deus descansou no 7º dia (leia Gn 2.1-2). Portanto, a criação foi realizada em 6 dias – muitas pessoas não acreditam que foi assim, porém nós, que cremos que a Bíblia é exata, entendemos que o poder de Deus é suficiente para fazer tudo o que existe do nada! Isto se chama fé, crer que Deus é o agente da criação, e a origem de tudo.

O fato dEle ter feito tudo o que existe a partir do nada evidencia que Ele é “Todo-Poderoso” (Deus pode todas as coisas).

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA (fazer em casa e trazer na próxima aula)

Tente descobrir nos versículos abaixo a resposta para as seguintes questões:

1) Gênesis 2.1: Deus cuidou que tudo fosse feito de forma completa. Qual a frase, neste versículo, que demonstra isto?
…………………................................................................................................................

2) Gênesis 1.22: Além de criar os animais, Deus fez mais uma ação. Qual foi?
…………………................................................................................................................

3) Gênesis 2.8 – Qual foi o nome do jardim criado por Deus?
................................................................................................................

4) Gênesis 1.26 – Observe o plural “façamos”. A quem você entende que se refere este versículo?
…………………................................................................................................................

5) Gênesis 1.30 – Há um detalhe interessante aqui: Deus prescreve a comida para todos os animais que criou. Qual era esta comida?
…………………................................................................................................................

Ler os capítulos 1 e 2 de Gênesis até a próxima aula (todos os versículos).

Versículo para decorar: Salmo 19.1

Respostas dos exercícios:

1)      “... e tudo o que neles há”
2)      Os abençoou
3)      Éden
4)      Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo (Trindade)
5)      Todos os vegetais



























 LIÇÃO 1 – A CRIAÇÃO – PARTE 2


Professor: verifique as questões da Lição 1, revendo as respostas dadas pelos alunos.

Leitura Bíblica inicial: Gênesis 1.31-2.3 e 2.15

Perguntas para a classe (deixar os alunos responderem!):

  • Qual foram as tarefas dadas por Deus ao homem, em relação ao Jardim do Éden? Gn 2.15

  • Quais as 5 ordens dadas por Deus ao homem, em relação à criação? Gn 1.28

  • Em que Deus se inspirou para criar o homem? Gn 1.27

  • Qual o material que Deus utilizou para criar a mulher? Gn 2.21-22

  • O que o homem concluiu ao ver a mulher? Gn 2.23

  • O que Deus fez no sétimo dia? Gn 2.2.

Houve 2 propósitos principais de Deus ao criar o homem: amá-lo e ter comunhão com Ele.

Quem esteve na criação com Deus? Veja João 1.1-2.

O Universo não poderia existir, sem a atuação da Palavra de Deus – João 1.3.

Vamos refletir sobre Salmo 19.1-4:

  1. Quem declara a glória de Deus, segundo estes versículos?
  2. A criação é uma evidência que Deus existe, pois percebemos ordem, beleza e organização.
  3. Deus se revela como Todo-Poderoso (que pode tudo). O homem pode transformar coisas (fazer computadores, a partir de materiais existentes), mas somente Deus pode criar coisas!

Você observa, pelos versículos bíblicos que estudamos, o cuidado especial de Deus em cada detalhe da criação! Por exemplo, se Ele não tivesse criado o Sol, não receberíamos energia, nem calor, nem luz durante o dia. Deus providenciou tudo!

Assim, a criação foi completa, evidenciando que Deus é um Deus de amor, de cuidado, de atenção, de zelo. Deu alimentos aos animais, separou as águas da terra, colocou o Sol e a Lua, cuidou para que um jardim especial abrigasse o homem, etc.

Localizar no mapa do Oriente Médio onde fica o rio Eufrates, mostrando aos alunos. Após, peça para um aluno ler Gn 2.10-14, e descreva o que é mencionado sobre ele.

Versículo para Decorar: “E Deus viu tudo o que havia feito, e tudo havia ficado muito bom” – Gênesis 1.31.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1)      Leia o Salmo 139 e anote 3 versículos que falam sobre o cuidado de Deus:
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................

2)      Será que Deus criará mais alguma coisa? Pesquise nos versículos abaixo e chegue a uma conclusão, anotando o que entender interessante:

a) 2 Coríntios 5.17:
…………………........................................................................................................
b) Apocalipse 21.1:
…………………........................................................................................................
c) Apocalipse 21.5:
…………………........................................................................................................
d) Lamentações 3.22-23:
…………………........................................................................................................

3) Um detalhe muito importante, em toda a Bíblia, é que Deus não se limitou a cuidar da sua criação apenas nos 6 dias que a realizou. Até hoje Ele tem cuidado, e governa todas as coisas. Veja alguns versículos e procure as expressões que confirmam isto:

a) Deuteronômio 7.13: ...........................................................................................................
b) 1 Crônicas 29.12: ...............................................................................................................
c) Salmo 104.14: ....................................................................................................................
d) Salmo 139.16: ....................................................................................................................
e) Salmo 147.4: ......................................................................................................................
f) Romanos 5.5: .....................................................................................................................
g) Hebreus 13.5: .....................................................................................................................

4) Não apenas Gênesis menciona a criação – algumas outras passagens são: Is 40.26, 41.20, 42.5, 45.18,  Mc 10.6, Rm 1.20, Ap 10.06 – Leia estes trechos e indique 2 detalhes que lhe chamaram a atenção:

I.........................................................................................................................................................................................................................................................................................

II........................................................................................................................................................................................................................................................................................

Respostas dos exercícios:

1) versos 13, 14, 16.

2)
a) Se alguém está em Cristo, é nova criação
b) Deus fará novos céus e nova terra
c) Fará novas todas as coisas
d) As misericórdias de Deus são renovadas a cada manhã!

3)
a) "fará com que vocês se multipliquem"
b) "dominas sobre todas as coisas"
c) "é o Senhor que faz crescer o pasto para o gado, e as plantas que o homem cultiva"
d) "todos os dias determinados para mim foram escritos no teu livro"
e) "Ele determina o número de estrelas e chama cada uma pelo seu nome"
f) "derramou seu amor em nossos corações, por meio do Espírito Santo"
g) "nunca o deixarei, nunca o abandonarei"

4) (o aluno escreverá o que entendeu, seguem sugestões)
- Chama todas as estrelas pelo seu nome - Is 40.26
- Deus é eterno, Ele não foi criado, pois "vive para todo o sempre". Criou tudo, nada veio a existir sem sua ação - Ap 10.6
- Deus é a origem da vida - Is 42.5
- A terra foi criada para ser cheia de habitantes - Is 45.18
- Deus fez homem e mulher, ou seja, sexos distintos - Mc 10.6
- Ele se revela através da criação - Rm 1.20



                                                         LIÇÃO 2 – A QUEDA

Leitura: Gênesis 3.1-6 e 17-19.

Deus fez o homem livre, inclusive para obedecê-lo. Deus não queria brinquedos para manipular e controlar. Ele não criou robôs. O Criador não tencionou formar pessoas movidas a bateria. Ele queria gente de verdade a quem Ele pudesse amar e de quem pudesse ser amado. Queria que fossem livres para escolher. A isto chamamos de “livre-arbítrio”.

Satanás ocultou-se atrás de uma serpente para questionar a aliança Edênica (v.1). A mulher respondeu corretamente (vv.2-3).

Professor: deixe os alunos pesquisarem na Bíblia os versículos entre parênteses – apenas mencione a questão:

Qual foi a mentira que a serpente disse à mulher? (Gn 3.4)
Compare com o que Deus havia dito: (Gn 2.16,17).
Porque a serpente quis mentir?
Quais são os propósitos de Satanás? Jo 10.10
Qual seu apelido? Jo 8.44.
Qual o nome do fruto que não poderia ser comido? (Gn 2.17)
O que o homem poderia comer? (Gn 2.16)
O que aconteceu imediatamente após a desobediência? (Gn 3.7)

A percepção da nudez foi de que perderam a proteção do corpo que tinham antes da queda – conheceram e enxergaram o mal, sabendo que haveria uma conseqüência para isto. A primeira coisa que fizeram foi cobrirem-se com folhas, tentando afastar o desconforto físico e espiritual que sentiam. O pecado é assim: causa-nos embaraço!

Quem Adão acusou (3.12)? E a mulher? (3.13).

·      Resultados da queda:
1.    Conhecimento do mal (3.22)
2.    Perda da comunhão com Deus (3.23-24)
3.    Morte espiritual e física
4.    Maldição da terra (3.19)
5.    Dores (3.16)
6.    Expulsão do Éden (3.23-24)

Por causa da desobediência, o homem perdeu sua comunhão com Deus, foi expulso do paraíso e o pecado passou para todos nós. Não era este o plano de Deus. Mas o homem teve liberdade para decidir se seguia ou não as instruções divinas.

Até hoje, o homem tem liberdade para aceitar ou não a vontade de Deus em sua vida. E você? Está submisso ao que Deus deseja?

A misericórdia de Deus se evidencia em Gn 3.14-15. Também em Gn 3.21. É a “Aliança Adâmica”:
1. Deus promete um Salvador: Gn 3.15
2. Sacrifício de sangue: Gn 3.21 e 4.4
3. Cultivo da terra para alimentação: Gn 3.23

Versículo para decorar: João 10.10.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1. Deus havia afirmado em Gn 2.17 que a desobediência traria a morte. Porém, Adão e Eva não morreram (fisicamente falando) logo após pecarem. Converse com seus pais e troque idéias com eles – que tipo de morte Deus estava se referindo?
…………………........................................................................................................
…………………........................................................................................................

2. Infelizmente, o homem (ser humano) desviou-se dos propósitos divinos, e pecou (desobedeceu). Leia Gn 3.1-12 e descubra quais versículos que mencionam:

  • a) Onde Adão culpa Eva pelo que fez: .................................
  • b) Onde a serpente lança uma mentira: .................................
  • c) Onde Adão e Eva se escondem: ........................................
  • d) Onde percebem que estavam nus: ......................................
  • e) Onde Deus faz perguntas ao homem: ................................

3. Agora leia Gn 3.20-24 e complete o quadro:

Resposta:
N° do versículo
a) Quem deu o nome à Eva


b) De onde o homem foi expulso


c) Material que Deus utilizou para fazer roupas


d) Nome do fruto da árvore que fazia o homem viver




Respostas dos exercícios:

1) A morte espiritual, num primeiro momento - perderam a comunhão perfeita com Deus - e a morte física, após determinados anos.

2)
a) v.12
b) v. 4
c) v. 8
d) v. 7
e) vv. 9, 11 e 13

3)
a) Adão, v. 20
b) Jardim do Éden, v. 23
c) pele, v. 21
d) árvore da vida, v. 24



LIÇÃO 3 – NOÉ E O DILÚVIO
Gênesis - Capítulos 6 a 8

Professor: uma das motivações para o ensino bíblico é que o próprio aluno encontre a resposta em sua Bíblia. Leiam em conjunto Gn 6.9-22, 7.1, 4, 9-10 e 12-13 e deixe as questões abaixo para que seus alunos pesquisem e respondam (não mencione o versículo, deixe eles procurarem!):

- Porque Deus decidiu tirar toda a vida na terra? (Gn 6.5, 11-12)
- Qual seria o método de destruição? (Gn 6.17)
- O que a Bíblia fala sobre Noé? (Gn 6.9)
- Qual seria o tempo que choveria sem cessar? (Gn 7.4)
- Quantas pessoas entraram na Arca? (Gn 7.13)
- Além de construir a arca, o que mais Noé deveria fazer? (Gn 6.19-21)
- Qual foi o método de captura dos animais? (Gn 6.20 e 7.9)
- Quantos dias Noé ficou na arca antes que chovesse? (Gn 7.10)
- Número de dias que as chuvas caíram (Gn 7.12)

Apesar de Deus amar o homem, odeia o pecado. A situação na terra era insuportável – somente um homem foi chamado de justo entre todos! A violência, a corrupção e a disseminação do pecado precisavam um freio, e Deus resolveu agir antes que o próprio Noé, o último homem justo (Gn 7.1), viesse a perecer.

Vamos ler a descrição da arca: Gn 6.14-16. Noé recebeu uma tarefa pesada e difícil: construir uma arca de 133 metros de comprimento, 22 metros de largura e 13,5 metros de altura, com 3 compartimentos (andares).

Questões a serem debatidas na classe:
1. Existe semelhança entre nossa época e a época de Noé? (Destaque a violência, incentivada por filmes e games, e a corrupção desenfreada na política e nos empreendimentos humanos)
2. Qual a arca de salvação para nossos dias? (Jesus Cristo é o único caminho de salvação – At 4.12).

Versículo para decorar: “Não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos” – Atos 4.12.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna:

1. Um dos filhos de Noé (Gn 6.10)
a. Três
2. Material que a arca foi feita (Gn 6.14)
b. Quase sete metros acima dos montes
3. Número de andares da arca (Gn 6.16)
c. Sem
4. Número de pessoas que entraram na arca (Gn 7.13)
d. Cipreste
5. Nível das águas do dilúvio (Gn 7.20)
e. Oito

2) Procure, em Gênesis capítulo 8, a resposta e o versículo que fala sobre:

a- O que Deus enviou para baixar as águas: _________________
b- Local onde a arca parou: __________
c- Animal que Noé soltou pela primeira vez: _______________
d- Animal que Noé soltou pela segunda vez:  _______________
e- O que Noé construiu após sair da arca: ________________

3) Em outras partes da Bíblia, há comentários sobre o dilúvio e sobre Noé. Leia os versículos abaixo e anote:

a) Isaías 54.9 – O que Deus jurou: ____________________________________________________________________
b) Mateus 24.36-39 - a que Jesus comparou os dias de Noé: ______________________
c) 2 Pedro 2.5 - Como Noé foi chamado: ___________________________
d) Hebreus 11.7 – Como Noé condenou o mundo: __________________________

4) Anote V para verdadeiro e F para falso:

a - (   ) Desde a adolescência, o coração do homem é inclinado para o mal – Gn 8.21
b - (   ) Todos somos descendentes de Noé – Gn 9.18-19
c - (   ) Noé era pedreiro – Gn 9.20
d - (   ) O sinal da aliança de Deus com Noé foi o  céu azul - Gn 9.12-17
e - (   ) Os netos de Noé nasceram após o dilúvio – Gn 10.1

5) Converse com seus pais sobre o dilúvio e respondam: - Por que Deus salvou também os animais, e não apenas os homens?


Respostas dos exercícios:

1) 1c, 2d, 3a, 4e, 5b

2)
a- vento (v.1)
b- montanhas de Ararate (v.4)
c- corvo (v.7)
d- pomba (v.8)
e- um altar (v.20)

3)
a- as águas de Noé nunca mais tornariam a cobrir a Terra
b- à vinda do Filho do homem (Jesus)
c- pregador da justiça
d- por meio da fé

4)
a- F (desde a infância)
b-V
c- F (agricultor)
d- F (arco-íris)
e- V

5) (resposta pessoal, mas pode ser lembrado que a misericórdia de Deus estende-se também aos animais e também para prover uma nova fonte alimentar para o homem após o dilúvio - Gn 9.3)



LIÇÃO 4 – CAIM E ABEL
Gênesis - Capítulo 4

Professor: deixe os alunos pesquisarem os versículos e encontrarem eles mesmos as respostas:

- Caim e Abel eram filhos de ....? (Gn 4.1-2)
- O que cada um se tornou? (Gn 4.2)
- O que Caim fez? (Gn 4.3)
- O que Abel fez? (Gn 4.4)
- De quem o Senhor aceitou a oferta? (Gn 4.4)

Segundo a Bíblia, Abel era um homem de fé (Hb 11.4). Esta é a diferença entre as ofertas: Abel consagrou sua oferta, pela fé, e Caim trouxe sua oferta para agradar a Deus pelas obras, e não pela fé.

Caim confiou em sua oferta e não em Deus. Abel confiou em Deus e não na sua oferta. O elemento divisor para agradar a Deus é a fé (Hb 11.6).

- O que aconteceu com Caim? (Gn 4.5)
- Quais foram os conselhos do Senhor com Caim? (Gn 4.6-7)

Infelizmente, o coração de Caim permaneceu desgostoso e incrédulo. Não seguiu os conselhos que o Senhor lhe havia dado e deu vazão a seus impulsos, matando Abel - Gn 4.8.

Questões a serem debatidas na classe:
1. Por que Caim estava errado? (Sua oferta não foi agradável a Deus porque não foi feita pela fé, como a de Abel. O desgosto dele levou à ira, e esta ao descontrole de suas atitudes a ponto de matar seu irmão)
2. Por que a fé é tão importante em nossa relação com Deus? (É pela fé que recebemos a graça de Deus – Ef 2.8, nossas boas obras nunca pagarão nossos pecados – Gl 2.16, Ef 2.5)

Versículo para decorar: “Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício superior ao de Caim” – Hebreus 11.4.

EXERCÍCIOS PARA A SEMANA:

1) Relacione a 1ª coluna com a 2ª coluna

1. Profissão de Abel (Gn 4.2)
a. Node
2. Profissão de Caim (Gn 4.2)
b. Caim
3. Local onde Abel foi morto (Gn 4.8)
c. Agricultor
4. Primeiro filho de Eva (Gn 4.1)
d. Pastor de ovelhas
5. Local onde Caim viveu (Gn 4.16)
e. Campo

2) Procure, em Gênesis capítulo 4, o versículo que fala sobre:

a- Uma pergunta que o Senhor fez a Caim: ___________
b- Onde Deus coloca um sinal em Caim: __________
c- Onde Eva fala: _______________

3) Em outras partes da Bíblia, há comentários sobre Abel e sua oferta. Leia os versículos abaixo e anote:

a) Como Abel foi chamado em Mt 23.35: ________________
Hebreus 11.4:
b) O tamanho do sacrifício: ___________________________
c) O que ele alcançou: _______________________________
d) O que Deus fez: __________________________________
e) O que, depois de morto, a fé de Abel faz: ______________

4) Anote V para verdadeiro e F para falso:

a(   ) O Senhor disse a Caim que o pecado é uma ameaça – Gn 4.7
b(   ) Caim ficou contente após matar Abel – Gn 4.13-14
c(   ) O 3º filho de Eva foi Sete – Gn 4.25
d(   ) Na época de Abel se começou a invocar o Senhor – Gn 4.26
e(   ) Caim adorou a Deus e permaneceu em sua terra – Gn 4.16

Respostas dos exercícios:

1)
1-d
2-c
3-e
4-b
5-a

2)
a) v. 9
b) v.15
c) vv. 1 e 25

3)
a) justo
b) superior ao de Caim
c) foi reconhecido como justo
d) aprovou as suas ofertas
e) fala

4)
a) V
b) F (ficou com medo)
c) V
d) F (na época de Sete)
e) F (afastou-se da presença do Senhor e foi viver na terra de Node)